Sexta-feira, 11 de Julho de 2014

choque virtual

Há uns dias enviei um blog sobre os diversos motivos que levam as pessoas procurar outras pessoas nos diversos sites e redes sociais que há por aí. E, se os motivos podem ser vários, os resultados também são vários e nem sempre como gostávamos porque somos todos diferentes. Enquanto alguns arriscam uma relação séria, outras procuram um one-night-stand for fun e outros ainda pretendem apenas uma amizade. Eu também ando por aí, não nego e os motivo é meu. Sorry. J  É muito raro mesmo simpatizar muito com alguém. De modo geral gosto apenas e não passa daí porque geralmente é preciso um contato pessoal para passar de gostar para um nível acima. Mas, há uns dias teve um choque porque gostei de alguém muito mais do que alguma vez esperava e apesar ela ter cortado o contato, por motivo dela, confesso que o fato de gostar assim tanto de alguém em tão curto tempo (horas) assustou-me. Realmente não esperava que algo assim me podia acontecer. Mas foi. Já não oiço nada dela há um dia e hoje enviei-lhe o meu último sms porque me percebi que há coisas evidentes que devem ser deixados em paz. O silencio dela foi um sinal disso e respeito isso claro. Confesso que lamento mas isso é porque os sentimentos eram de tal forma forte que fiquei inicialmente em estado de choque comigo mesmo. Na altura queria tudo e ela tambem mas mudou de ideias e talvez pelo melhor. Claro que nunca sabemos em antemão como as coisas vão correr. O futuro está ao virar da esquina e as surpresas aparecem todos os dias. Mas, aqui entro o respeito pela decisão dela e também porque não quero ser melga. Assim, deixo-a em paz, na felicidade dela com esperanças que ela encontra o que procura. Mas o choque do acontecimento, que algo assim pode acontecer faz me pensar seriamente se devia andar por aí, a vaguear.

publicado por parcifal às 09:28
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Julho de 2014

confiança

Todos andamos por aí a vageiar na internet em algum site popular do género social sendo o facebook talvez o mais conhecido.

Mas há muito mais eu eu também ando num ou noutro. Nada de mal e sem maldades porque o que procuramos é diferente para cada um de nós. para alguns é apens um passatempo, para outros é curiosidade e ainda para outros uma maneira de procurar algo particularmente necessário para o bem estar. Assim, andam por aí e friso de novo, eu também. É sempre interessante claro conhecer pessoas novas se bem nunca, jamais os conheço pessoalmente. Não tenho essa necessidade nem apelo embora por vezes a tentação é grande. Tendo isto em conta. não me deixo influenciar muito e deixo os sentimentos de amizade e afins ir até um certo limite sabendo em antemão que jamais me encontro com seja quem for.

Naturalmente há bons motivos para isso sendo o primeiro o fato de ser casado mas ok, lá por comer hamburguer todos os dias não quer dizer que não posso olhar para a ementa, certo? Whatever, e continuando, um dia destes levei um choque, por assim dizer, que o meu coração entrou quase em colapso por sentir claramente uma quimica virtual, daqueles generos que achamos impossível e acontecer apenas nos filmes. Mas aconteceu-me, senti uma atração mental, sim, mental muito forte e isso sem saber quem era ou ter visto sequer. Pergunto eu, como é possivel alguma coisa destas acontecer? E sim, queria me encontrar com essa pessoa, para seja o que fosse, sem pensar em mais nada, tal era o choque psicológico e físico que me apanhou de surpresa. Agora, eu adoro surpresas, especialmente aquelas que vem ao virar a esquina pois a vida são dois dias ms esta surpresa foi demais. Após falar com ela ao telfone, com mensagens eu já não tinha dúvidas e precisava de a ver, seja onde e como fosse. meio dia depois ela ligou-me a dizer para me preparar que ela não era nenhuma modelo, nenhuma miss etc mas queria eu la saber do aspeto dela! Seja como for, ela avisou-me e depois contou me a história dela, que tinha sofrido um accidente, queimadura, que ficou marcada por resto da vida dela. 

Após a telefonema dela as coisas mudaram radicalmente do lado dela. Mostrou-se com falta de confiança, fechou-se na concha de novo e quebrou a vontade de me conhecer, coisa que ainda tenho. Mas ela "descartou" me, por ter falta de confiança provavlemente devido ao aspeto dela. Mas, muito sinceramente, isso não me interessava pois o que me deu um choque emocional foi a quimica virtual que provém das palavras e maneira de ser dela. Essa é que me interessava muito mais do que a aparencia. Afinal, é com a personalidade de alguem que temos que viver ao longo prazo enquanto o aspeto apenas serve para nos sentir atraídos inicialmente. Mas isso não me dizia nada pois o choque emocional já aconteceu, as emoções já se tinham infiltrados. Claro que a tristeza com o corte dela também. Ela fechou-se de novo, na concha dela com a falta de confiança perante o mundo até um dia aparecer de novo alguém que consiga ir mais longe do que eu fui. 

A vida ´da muitas voltas mas essa não esperava e, enquanto estou a escrever, sinto o medo nos braço e meu ser, acompando por uma tristeza por nao a ter visto além das fotos na internet. Ja agora, desculpa os erros na escrita pois sou estangeiro mas com os mesmos sentimentos e coração que os outros.

 

sinto-me:
publicado por parcifal às 10:42
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Julho de 2012

tb eu

Li com atenção o blog de alguem que deteste os homens na empresa que se aproxima demais, querem dar beijos etc. De tal forma que ela até deixou de apertar a mão deles, devido aos cheiros etc. Então se eu não tenho exatamente a mesma coisa com as mulheres aqui na empresa? Somos muitos, mas cada uma pensa que é melhor que a outra e a rivalidade é de tal maneira que não apenas corta o ar. Não sei como ainda não sangrei! E se ao cumprimentar mefico estritamente pelo cumprimento verbal, por vezes não há maneira de fugir e dou um leve aperto de mão mas nunca é o suficientemente leve pois levo depois muito tempo a lavar as mão spara tirar o cheiro. As vezes tenho que fazer de conta que estou muito ocupado só para não ter que olhar nos olhos delas, já com medo dum certo contato físico. Isto faz me lembrar um t-shirt para padres que diz "look busy, Jesus is coming" hehe mas ok, voltando ao assunto. Não sou nada especial mas o fato de ser Holandês parece atrair, especialmente com o sol a bater no cabelo e olhos. Que culpa tenho eu disso? Mas, confesso que não sou assim com todas. No meia da manada há sempre ovelhas mansas, discretas e mais "isentas" de cheiros, sejam que cheiros são, e de modo geral são mais modestas. Gosto disso, perfiro a simplicidade. Até porque muitas vezes as mais simples são as mais inteligentes porque quem não for, tem que tentar marcar pontos doutra forma. Naaa, detesto aquelas com narizes empinadas, tentando equilibrar-se nos saltos e pretender que são mais do que são. Claro que isto é fruto do job for the boys, neste caso job for the girls, sabes como são...tios tias primos etc que oferecem um emprego para as famelgas. Ai...e se não são mesma! Melgas... :)

Bem eu tb ja devo estar a melgar pelo que vou fazer algo para terminar o dia.

Inté. :)

tags:
publicado por parcifal às 16:24
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. choque virtual

. confiança

. tb eu

.arquivos

. Julho 2014

. Julho 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. Há dias...

blogs SAPO

.subscrever feeds